TERRAS POTIGUARES NEWS

TERRAS POTIGUARES NEWS
COM 17 BLOGS, 1483 E 6 PÁGINAS NA REDE SOCIAL, TOTALIZANDO: 1506 ENDEREÇOS ELETRÔNICOS NA WEB - MOSSORÓ-RN, 28 DE DEZEMBRO DE 2008

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

GENERAL PÉRICLES DE ALBUQUERQUE


GENERAL PERICLES DE ALBUQUERQUE, natural de Mossoró-RN, nascido a 16 de dezembro de 1870, filho de Alcebíades Dracon de Albuquerque Lima e de Dona Filomena Januário de Albuquerque. O primeiro mossoroense atingir as honras de generalato. De acordo com o Livro RUAS E PATRONOS DE MOSSORÓ, do saudoso RAIMUNDO SOARES DE BRITO (23-12-1923 -28-11-2012) em sua fé de oficial constam muitos elogios pelo bom desempenho de seus postos e às missões que lhe foram confiadas.

De acordo com o Livro MOSSORÓ, do saudoso Vingt-Un Rosado, Péricles de Albuquerque, General de Divisão graduado da 1ª classe da reserva da lª Linha do Exército. Assentou praça voluntariamente, no 11º Batalhão de Infantaria, no Ceará, a 13 de janeiro de 1890, matriculando-se em março do mesmo ano, na Escola Militar desse Estado.

Em dezembro de 1893, foi incorporado ao continente de alunos da referida escola que embarcou em Pernambuco, na esquadra organizada pelo Marechal Floriano Peixoto. Presidente da República, para combater a que se revoltara sob o comando do Almirante Custódio de Melo. Entrou com a esquadra ovante do Marechal Floriano, na Bahia de Guanabara, em março do ano seguinte. A 16 de abril de 1894, tomou parte do combate naval de Anhatomirim, em Santa Catarina, em que foi torpedeado e aprisionado o couraçado Aquiibadan e repelidos os rebeldes que ali se achavam; a seguir, no mês seguinte para o Rio da Prata, com a esquadra legal, que foi incumbida de  trazer os navios da esquadra rebelde deixados em Buenos Aires pelo Almirante Custódio. A 14  de agosto, foi comissionado no posto de Alferes (segundo Tenente), por vários serviços prestados à República, e por Decreto de 3 de novembro, confirmado nesse posto e classificado na arma de Cavalaria.

Em novembro, desembarcou da esquadra, no Rio de Janeiro, regressando à Escola Militar do Ceará.

Em 1895, foi transferido para a Escola Militar da Praia Vermelha, por ter concluído o curso preparatório do Ceará. Em março de mesmo ano, tendo sido desligado da Escola Militar da Praia Vermelha, em virtude dos acontecimentos que deram lugar ao fechamento dos cursos da referida Escola, foi com outros colegas mandados servir em Mato Grosso, para onde partiu no mês seguinte. Em janeiro de 1896, regressou ao Rio de Janeiro, matriculando-se novamente, na Escola Militar. Transferido, em seguida, para a Escola de Porto Alegre, ali concluiu o seu curso militar. Em abril de 1907, foi promovido, pelo principio de estudo, ao posto de 1º tenente e, em novembro de 1912, ao de Capitão, pelo mesmo principio. Foi promovido a Major e a Tenente Coronel por merecimento, respectivamente em fevereiro de 1918 e julho de 1920. Em julho de 1926, foi promovido a Coronel pelo principio de antiguidade. Como Tenente Coronel, comandou o 5º Corpo de Trem, em Rio Pardo, no Rio Grande do Sul, e o 1º, em Saican no mesmo Estado, o 15º Regimento de Cavalaria Independente, na Vila Militar do Rio de Janeiro; o 10º Regimento de Cavalaria Independente, em Bela Vista, na fronteira do Mato Grosso com o Paraguai; o 2º Regimento de Cavalaria Independente e a 1ª Brigada de Cavalaria, em São Borja, na fronteira do Rio Grande do Sul com a República Argentina. Como Coronel, comandou a mesma brigada e foi designado, pelo Comandante da 3ª Brigada Militar, para organizar e comandar a 1ª Divisão de Cavalaria, em Santiago do Boqueirão, no Rio Grande do Sul, onde prestou os últimos serviços de sua vida militar ativa. Em janeiro de 1930, pediu sua reforma do serviço ativo, sendo, por isso, de acordo com a lei em vigor, transferido para a Reserva no posto de General de Brigada, com a graduação de General de Divisão, por contar mais de 40 anos de bons serviços. Durante a sua vida militar ativa. Serviu, não só em corpos militares da Guarnição do Rio de Janeiro, como nos de várias guarnições do Rio Grande do Sul, Paraná, Mato Grosso e São Paulo

FONTE: LIVRO “MOSSORÓ, DO SAUDOSO VINGT-UN ROSADO

Sem comentários:

Enviar um comentário

Acerca de mim

A minha foto
SOU TRICOLOR DE CORAÇÃO, BARAÚNAS, O MAIS QUERIDO DE MOSSORÓ